ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sarto promete total acesso dos vereadores a secretários da Prefeitura

Na sessão de abertura do ano legislativo na Câmara Municipal de Fortaleza, realizada na manhã desta quarta-feira (01/02), o prefeito José Sarto (PDT) determinou que os secretários tratem bem e atendam as demandas dos vereadores e do líder do governo, vereador Carlos Mesquita (PDT). Ele agradeceu a aprovação dos 88 projetos do Executivo enviados ano passado.

Sessão de abertura do ano legislativo na Câmara Municipal de Fortaleza. Foto: ocenário.

“Agradeço a cada um de vocês pela contribuição para o desenvolvimento do serviço público da nossa cidade. Sei que esse resultado é fruto de boa interlocução do governo com esta Casa, mas sei também que podemos aprimorar essa interlocução”, disse Sarto.

De frente da equipe de secretários presentes, o prefeito disse aos vereadores: “assumo com vocês o compromisso de fazer nossos secretários mais presentes no Parlamento, dando esclarecimentos, prestando contas, informações, e encaminhamento das demandas que vocês trazem da população”. Sarto combinou com o presidente da Câmara, vereador Gardel Rolim (PDT), a visita quinzenal dos secretários à Casa.

“Reitero aqui a determinação para que todos que compõem a nossa gestão atendam aos vereadores com a devida atenção, atendam à liderança do governo, o vereador Carlos Mesquita, que tem a missão de fazer a interlocução entre o Executivo e o Legislativo. Essa é a nossa recomendação porque são vocês que representam Fortaleza”, completou Sarto.

 

Prioridades da Câmara

O presidente Gardel Rolim disse, na abertura da sessão, que o fortalecimento da Escola do Parlamento e a ampliação da Central da Cidadania Itinerante serão as prioridades da sua gestão no comando do Legislativo Municipal.

A Escola do Parlamento será responsável por realizar debates de temas importantes. A Central da Cidadania Itinerante vai continuar indo aos bairros levando serviços que a estrutura da Casa dispõe.

 

Professores em greve

O prefeito José Sarto foi recepcionado por centenas de servidores municipais da área da Educação que estão em greve por reajuste salarial. Não foi liberado o acesso dos manifestantes às galerias do plenário. Eles ficaram no pátio e no auditório.

Após a sessão, o presidente Gardel formou uma Comissão de Vereadores, com a presença do líder do governo, para receber os representantes do Sindiute. A categoria reivindica reajuste salarial de 14,95% conforme Lei do Piso Nacional do Magistério.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − = 5